31 de outubro de 2011

Onde todos podem sonhar na rede porque poesia não tem parede!


Avenida Cores por Todo Lugar é o mais recente trabalho do Ato Espelhado Companhia Teatral. O grupo é formado por Cícero Neves e Patrícia Ragazzon, que em 2007 resolveram somar suas experiências e apostar em espetáculos e performances que tenham a figura do ator como centro do processo de criação.
Acreditando nesta proposta, Avenida Cores por Todo Lugar vem de um processo de quase um ano, onde os atores buscaram nos livros de Hermes Bernardi Jr. Alguma coisa se encaixa? e Dez Casas e um Poste que Pedro fez, a poesia, o sonho e a brincadeira que pretendiam colocar em cena.
A partir de improvisações iniciais que desenvolveram os personagens do espetáculo, o grupo propôs um Laboratório de Experimentação, onde convidou alguns atores para participarem. O Laboratório foi tão rico e produtivo que dele saiu quase toda a equipe do espetáculo, sendo todos atores de profissão, mas desenvolvendo diferentes papéis nesta construção cênica. Por não haver financiamentos, todos fazem praticamente tudo, desde a confecção dos cenários e adereços até a própria produção.
Avenida Cores por Todo Lugar é dirigida por Cícero Neves e Patrícia Ragazzon, que também estão no elenco junto com Mariana Rosa. A direção de atores é feita pela atriz e palhaça Patrícia Sacchet. A trilha sonora é do músico e também palhaço Mauro Bruzza. A cenografia e figurinos são feitos pelo grupo sob a orientação Patrícia Preiss. A produção conta com o ator e produtor Rodrigo Marquez, parceiro do grupo no Coletivo 3 em 1, que nasceu este ano dentro do Assentamento Cultural do TEPA.
Avenida Cores por Todo Lugar propõe um sonho, uma poesia em forma de teatro, onde o mais importante são os acontecimentos, as mudanças com suas adaptações e a maneira como nos relacionamos com aqueles que amamos. A “avenida” é um espetáculo para todas as idades. Seus personagens são seres diferentes, inspirados no boi da cara preta, no vento que brinca com o chapéu, em gente que em vez de ter cabelo na cabeça tem flor pra todo lado.
Por sermos todos diferentes, somos tão iguais e a Avenida Cores é uma criação coletiva feita de idéias, diferenças e experiências. A direção deste espetáculo envolve a afetividade e o vínculo entre atores e equipe, e esta soma é a nossa forma de ver a construção teatral. Todos colaboram com o melhor que sabem fazer.
Foto: Luciane Pires

Avenida Cores por Todo Lugar não tem uma história. Tem várias. Tantas quantas a imaginação de cada um pode permitir. É uma celebração à amizade, à alegria e à delicadeza. É um convite a deixar de lado a compreensão da realidade prática e estar disposto a sonhar.

Nenhum comentário: