16 de abril de 2014

A.S.P.I.R.E.

Ações
Simples
Para
Inspirar e
Romper
Espaços

A.S.P.I.R.E. é um deslocamento, uma trajetória sob um guarda-chuva peculiar. A ação simples é capaz de provocar um estranhamento ao percorrer as ruas da cidade com a pergunta inusitada: “Quer passear comigo de guarda-chuva?”. Esta intervenção urbana convida os transeuntes para um passeio para olhar a cidade sob outro olhar, distribui e coleta histórias, poesias do cotidiano, quebrando a frequência do tempo e espaço.

A ideia é romper com o cotidiano, com o andar com objetivos práticos, é trazer um sopro de ar e fazer mudar o ritmo de respiração das pessoas. Respirar, inspirar e aspirar a cidade.
A ação tem duração aproximada de 50 minutos, envolve várias pessoas e é aberta para quem quiser experimentá-la. Pode estar concomitante com outras atividades.
O projeto é uma proposta da atriz e criadora Patrícia Ragazzon, do Ato Espelhado Companhia Teatral, na busca pela descoberta de novos espaços para linguagens transversais entre o teatro, poéticas visuais, tradição oral e arte relacional, provocando o cotidiano, a paisagem, estabelecendo um diálogo e ao mesmo tempo uma ruptura, explorando o lúdico, o onírico e proporcionando uma transformação visual no espaço urbano.


video

A proposta vem de uma investigação criada na Oficina Diariamente do Atelier Livre de Porto Alegre, ministrada por Ana Flávia Baldisserotto.
O Guarda-chuva é confeccionado em lona, tecido, fitas acetinadas, postais, contas e desenhos em E.V.A.

video


A.S.P.I.R.E. participou do Projeto Vizinhança, fez parte da programação do 6° Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre na Rua dos Andradas e no Parque da Redenção, Projeto Simultaneidade, Projeto Fugere Urbem e pode ser visto a qualquer momento pelas ruas da cidade.